Busca:

Brasil é um dois países que mais arrecada imposto em todo o mundo


Em dez anos, a carga tributária nacional subiu cinco pontos percentuais, saltando de 30,03%, em 2000, para 35,04%, no ano passado. Isso quer dizer que o aumento da arrecadação retirou R$ 1,85 trilhão a mais dos contribuintes brasileiros na última década. As informações são do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

IMPOSTOS BRASIL

Esse índice coloca o País entre os países que mais arrecadam tributos no mundo. Segundo o IBPT, considerando os dados de 2009, o Brasil ganhou quatro posições sobre o ano imediatamente anterior, com o 14º lugar no ranking em carga tributária, caso integrasse a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O País ficaria atrás apenas de nações europeias desenvolvidas como Dinamarca, Suécia, Itália, Bélgica, Finlândia, Áustria, França, Noruega, Hungria, Eslovênia, Luxemburgo, Alemanha e República Tcheca.

Na comparação com países em desenvolvimento, o Brasil ocupa a primeira colocação, seguido por Coreia do Sul, Turquia, Rússia, China, Chile, México e Índia.

Revolta

É por conta desse resultado que o brasileiro, mesmo sem conhecer com mais propriedade o sistema tributário, acaba se revoltando. O motivo é comprovar na pele que, dentre todos citados na pesquisa da OCDE, o Brasil é um dos que menos oferece retorno para o contribuinte em qualidade de educação, saúde, segurança e investimentos públicos.

Campanhas

É por isso que há uma imensa rejeição pela aprovação de uma nova contribuição nos moldes parecidos da extinta CPMF. Por isso que se multiplicam as manifestações do Dia Sem Imposto, quando comerciantes assumem o prejuízo de um dia para mostrar quanto seria o valor do combustível, por exemplo, sem a presença do somatório de impostos. Isso explica, ainda, o número cada vez maior de campanhas de conscientização da importância dos tributos e, principalmente, do destino correto destes recursos arrecadados para que só assim possa haver fiscalização e cobrança atuantes dos governantes.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil